Agente secreto?

|
Alguns dias atrás me ocorreu uma situação que me fez refletir um pouco sobre o que as pessoas vêem em mim. Estávamos em um dia normal, em nossa sala da aula normal, com uma aula normal e conversas normais, até que um de meus colegas fez uma pergunta a outro que me chamou a atenção: “você acredita em santos?”. No mesmo instante todos ficaram quietos para escutar a resposta (cena de cinema) e então ele respondeu que não acreditava, porém deu uma justificativa nem um pouco esclarecedora, mas o objetivo deste texto não é expor este assunto. A partir daquela pergunta, e consequentemente da resposta, os outros começaram a perceber que eles eram diferentes. E me veio a seguinte pergunta:"se alguém aparecesse aqui agora e perguntasse aos meus colegas quantos sabem que eu sou cristã, quantos saberiam dizer que sou?". Acredito que a minha amiga mais próxima dentro da sala diria que sim, mas fiquei em dúvida inclusive da resposta dela, que dirá dos meus outros colegas! Será que eles sabem que sou cristã? será que eles vêm alguma diferença em mim, ou será que não passo de uma pessoa normal, no meio de pessoas normais, agindo normalmente?
Então decidi observar mais minhas atitudes em relação as atitudes deles e vi que não concordo com algumas coisas, mas aceito e até mesmo faço outras. Então vi que fazer a diferença é muito mais do que se dizer diferente, é ser verdadeiramente diferente, é estar junto e dar exemplo, é falar de Jesus aos outros, é não sentir vergonha em momento nenhum de quem deu a vida por nós, é escutar músicas diferentes, é se vestir de maneira diferente, é falar de maneira diferente, é freqüentar lugar diferentes, enfim, são uma infinidade de ações e pensamentos diferentes que nos fazem fazer a diferença . Eu não quero ser um agente secreto, quero que todos saibam o quanto Deus nos ama e como Ele pode transformar nossas vidas e você?

Um comentário:

Jonathan disse...

Carol, minha melhor amiga! :D
Já passei por isso também, e não é muito difícil para começarem a reparar as diferenças, pode crer que mais cedo ou um pouquinho mais tarde, toda tua sala vai ficar sabendo que tu é cristã. Comigo foi assim, e acredito que não seja diferente com os outros. ;)
Muito bom texto Carol :DD

Postar um comentário