A Culpa

|
Por que sentimos algo estranho quando pecamos conscientemente? Falando mal, roubando, traindo, mentindo. O que é isso que nos deixa pesado chateado desanimado?
Isso se chama CULPA galera, é ela que faz com que muitas coisas mudem seu curso, é ela que faz com que saibamos a hora de arrepender-se e dizer: “Agora chega disso tudo Deus! Eu me arrependo!”
O sentimento de culpa, mecanismo-padrão de todo ser humano saudável, é um aviso de que fizemos algo errado e devemos mudar de rota.
A culpa se analisando da forma correta é uma benção concebida por Deus. Da culpa temos dois tipos:
*VERDADEIRA: aquela que mostra o arrependimento, no qual aceita-se os erros.
*FALSA: ela trás consigo o remorso, aquele que se faz errado e ninguém fica sabendo, só você, apenas você.
A culpa aqui falada é como a dor. “como assim, como a dor?” você deve estar se perguntando. Sim é como a dor eu digo e repito.
É como a dor, pois ela é como uma proteção, você sente dor para proteger-se de graves ferimentos.
A culpa é igual, livra você do inferno. É, é isso mesmo, ela livra você de ter que ver tudo de bom acontecendo no céu e você lá, só olhando. É através dela que vem o arrependimento como disse antes.
Pare um pouco e pense: De onde veio a culpa... Você não sabe? Ta então eu digo. Ela existe desde o dia em que Adão e Eva decidiram comer do fruto proibido. Deus já sabia que isso aconteceria, pois sabe todas as coisas.
Ah e junto da culpa criou-se o pecado obviamente.

Um comentário:

Cristina Alves disse...

Achei interessante dissertar sobre culpa. É fato, culpa traz o arrependimento, este tendo também suas duas vertentes. O arrependimento 1 é aquele sincero, é querer voltar e não querer mais errar. O arrependimento 2 é aquele do "mas que droga, agora eu tô sofrendo aqui, se eu tivesse elaborado mais eu não teria me dado tão mal". É culpa das consequências, não das atitudes.
Mas enfim, apenas discordei do ponto em que você disse "a culpa livra você do inferno"
"Porque em nada me sinto culpado; mas nem por isso me considero justificado, pois quem me julga é o Senhor". Paulo, na carta aos Coríntios, 4:4.
Quem nos livra do inferno é o sangue de Jesus, é esse sacrifício. Uma vez aceito e compreendido, o Espírito começa a habitar em nossos corações "E, quando ele [O Consolador] vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo." - João 16.8.
Assim, a transformação do velho homem começa.

A paz verdadeira, irmãzinha! Fica com Deus!

Postar um comentário